31 de jan de 2014

As aventuras Subjetivas de Björk - livro objeto

Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes / Bebê Reborn: Marisa Monteiro

Cara (o) visitante, 


tudo bem?


Estou participando de um lindo projeto de livro sobre a cantora e multiartista Björk.


O livro "As aventuras subjetivas de Björk"


foi escrito por André Costa e o projeto gráfico é de Maurício Chades.

Fiz as ilustrações que você pode conhecer aqui.


Para que o livro se materialize, estamos captando verba para a sua publicação. 

Conheça mais o projeto no CATARSE,  colabore e compre já o seu livro muito lindo.
FACEBOOK



As aventuras subjetivas de Björk from Leni on Vimeo.



"Björk é uma artista singular dentro do universo pop. Mais que isso, ela é exemplo de produção de alteridade dentro da cultura de massa. A diferença que emana de Björk não vem apenas de sua aparência exótica, de suas indumentárias excêntricas ou de sua música experimental. Vem antes de seus conteúdos sensíveis, de sua subjetividade em constante transformação. Temos muito a aprender com esta artista que transforma seus encontros e os afetos que deles são produzidos em uma forma autêntica de existência. Björk nos mostra alternativas existenciais para as questões mais prementes da vida contemporânea.

 O livro é uma versão da dissertação de mestrado intitulada “As aventuras subjetivas de Björk: da emergência de novas subjetividades no universo pop contemporâneo” defendida em 2003 na Faculdade de Comunicação da UnB, e editada em 2013 para lançamento. Na edição procura-se atualizar 10 anos de carreira da artista não contemplados pelo trabalho original.


O texto de André Costa encontra o trabalho da artista visual Adriana Peliano e o projeto gráfico de Maurício Chades. A ideia de um livro como objeto de arte propõe um encontro com o corpo do leitor: um livro manipulável, não apenas legível como texto, mas experimentável em texturas, pulsante em imagens.


Para que nosso projeto aconteça, precisamos arrecadar 16 mil reais, que é o valor necessário para viabilizar os gastos com impressão e acabamento. Aproveite o “Catarse” e faça a reserva do seu exemplar. Björk tem muitos fãs e a nossa tiragem é limitada (mil cópias). Conheçam nossas recompensas na tabela ao lado e colabore. Você é importante para que esse projeto vire capa, miolo e lombada."





Escolhi trabalhar com fotografias de duas bonecas – uma bebê reborn – hiperrealista. A boneca trás a historia da brincadeira de menina de se experimentar em outras, corpos que agente abraça, amassa, despedaça, jogo de encantamentos e afetos. Mas o bebê é também esse estado de abertura para o mundo, pleno de potencialidades. 

Criei um mundo mágico onde a Bjork pudesse estar em constante renascimento, uma espécie de laboratório de si, fonte de possibilidades efervecentes. Ela surge de bolhas, se multiplica em espelhos, se esparrama em pérolas se dissolve em véus. Um estado de constante invenção e aventura.
Adriana Peliano


Conheçam algumas imagens:

“Nossa heroína descobre-se forte”

Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes / Bebê Reborn: Marisa Monteiro


“Nossa heroína volta para casa”

 Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes 

Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes  (Imagem não inclusa)


“Björk se desrostifica”

Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes / Bebê Reborn: Marisa Monteiro



“Os devires de Björk”


Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes / Bebê Reborn: Marisa Monteiro


"Anatomia de um corpo de artista".


Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes / Bebê Reborn: Marisa Monteiro


Epílogo

 Adriana Peliano 
foto: Gui Gomes / Bebê Reborn: Marisa Monteiro

Arte: Adriana Peliano
Fotos: Gui Gomes site
Björk Reborn: Marisa Monteiro site




Festa de lançamento no Conic / Brasília
fotos Matheus Nobre





Nenhum comentário: