5 de set de 2013

Allis despertam em Circus... por Adriana Alix








Num enerdia de verão estava eu descendo a rua Pamplona aqui pertinho e me divertindo com mimos e descuriosidades quando de repente duvidei se estava sonhando. Sim, encontrei um lugar misterioso, circo mágico de transformações exdruxulistas, onde artistas de ser e viver se recriam em linhas, texturas e cores em peles e pêlos. Um corredor de espelhos de corestrês - azulindo, amarele e vermelhuras - abrem janelas para perguntar quem somos e queremos ser.







Foi ali que conheci um cabelereiro de cortes e côrtes (sim, além de Adriana Peliano, sou Alix por enquanto e também Rainha da Sociedade Lewis Carroll do Brasil, reino mágicômico de Alicinações). Num de seus braços vive Edward Mãos de Tesoura e no outro o próprio Chapeleiro louco, em dois encontros do Tim Burton cabelo sempre em fúria e Johnny Deep em suas metamorfoses ambulantes. Depois de cortes e recortes, eu, Rodrigo Lima, a sua querida delicadesura Patrícia  nos encontramos no encanto pelas descabeluras e aventuras de Alice no espelho e no desconhecido aonde o cabelo brinca ainda dentro da cabeça. 

Nem preciso dizer que nos Circus Hair da Pamplona e da Augusta transbordam fantasias e formosuras, como um tabuleiro de um jogo de regras desconhecidas que se recriam nos encontros, amizades, desafios de conhecer-se se recriando em outros. Agradeço ao Rodrigo e a Patrícia além de vários amigos que encontrei lá, que não vou nomear para não ser injusta. Criamos ali um portal de sonhos aonde flordespertaram duas Allis, em explosições de uma nuvem coelho que acolhe os desejos de acordamentes. 





As meninastwinsallis nas duas performances atravessaram o espelho e foram para a sua realidade paralela (entre a Pamplona e a Augusta) - entre o azul e o vermelho - em ciclos vitais de metamorfoses no corpo e na mente. A vermelha desafia limites e se dissolve em cogumelias e alicinações - a azul que reencontra o fluxo bluamante em viagens de rio de lágrimas e cílios de borboletas. O público soprava bolhas em festejo ao desabrochar de sonhos que prolifloram em risos e riscos e desejos de transformação.

Estão também expostos nos salões, personagens que criei sobre os livros de Alice - Através do Espelho e no País das Amaravilhas - que foram apresentados em Oxford na Inglaterra, no centenário da morte do autor Lewis Carroll em 1998. Creio que hoje eles são seres vivos que testemunham minhas novas aventuras alicinescas, aonde nascem novas Alices, que, ao contrário da Alice do livro que teme não passar de um sonho de outra pessoa (no caso, o Rei vermelho), elas criam seus próprios rios vermelhos e amares de lágrimas e pétalas de rosas.

veja o trabalho completo: @licinações



Dedico ao salão Circus Hair e ao Rodrigo Lima, uma passagem 
divertida de Alice no País das Amaravilhas:

"A mesa era bem grande, mas os três amontoavam-se num canto. “Não tem lugar! Não tem lugar!”, eles gritaram ao ver Alice chegando. “Tem muito lugar!”, disse Alice com indignação, e sentou-se em uma grande poltrona numa das cabeceiras da mesa. 


“Tome um pouco de vinho”, a Lebre de Março ofereceu em um tom encorajador. Alice olhou ao redor por sobre a mesa e não havia nada senão chá. “Eu não vejo nenhum vinho”, ela observou. “Não tem nenhum mesmo”, retrucou a Lebre de Março. “Então não é muito educado de sua parte  oferecer”, respondeu Alice com raiva. “E não é muito educado de sua parte sentar-se sem ser convidada”, disse a Lebre de Março. “Eu não sabia que era sua mesa”, insistiu Alice, “ela está arrumada para muito mais que três convidados.” 


“Seu cabelo está precisando ser cortado”, disse o Chapeleiro. Ele estivera olhando para Alice por algum tempo com grande curiosidade e esta fora sua primeira intervenção. “Você deveria aprender a não fazer esse tipo de comentário pessoal”, Alice retrucou com severidade. “Isso é muito grosseiro.” O Chapeleiro arregalou os olhos ao ouvir isso, mas, tudo que ele disse foi: “Por que um corvo se parece com uma escrivaninha?”



Adriana Peliano
foto: Paulo Beto

Apaixonada por Alice e suas aventuras no mundo da literatura e das artes, Adriana Peliano é uma Alix contemporânea que está plantando um universo de sonhos aonde acordam novas Allis em magicósmicas aventuras. Como o rio aonde a primeira estória de Alice no País das Maravilhas foi contada, as novas Allis estão em permanente metamorfose e transformação, entre sonhos despertos, rios de lágrimas, mares de rosas, jardins de bebidas enigmágicas, nuvens de coelho aonde se plantam sonhos que pouco a pouco acordarão em uma série de estórias, explosições, performances, oficinas e publicações amaravilhosas. Acompanhe no Facebook essas múltiplas alicinações que vão abrindo novos caminhos para a imaginação livre e plena de criação de novas realidades. 

Sociedade Lewis Carroll do Brasil
blog alicenations
blog Brasillewiscarroll


Adriana Peliano
criação: Gabriela Rassy


Nasceu uma nuvem coelho aonde se plantam sonhos de anuventuras. Enquanto a boneca dormia em sua bolha de pólens de sonho, o público podia assistir essa Alis dentro do seu próprio sonho através de performance de Clara Campos. Adriana Peliano era a noite mágica que temperava em intervenções magicósmica a nuventura da menina que fertilizou sua nuvem coelho de sonhos lúcidos. 


Performance e exposição na Galeria Fibra no dia 15 de agosto de 2013. 
Criação: Adriana Peliano
Performance: Adriana Peliano e Clara Campos
Produção e fotos: Gabriela Rassy 
Trilha Sonora e vídeo: Paulo Beto 





No mesmo dia duas Allis gêmeas nascem da nuvem de sonhos, em dois salões em realidades paralelas. As meninas são floresamores gêmeas: Alis Anis Anil e Alis Ruby Hybris. Elas acordam num sonho transformadas em bebidas alicinantes e atravessam o espelho para o outro mundo vermelhante ou azulindoamante. 


Perfomance e exposição no Salão Circus Hair no dia 31 de agosto de 2013, 
nas filiais Pamplona e Augusta. 
Criação: Adriana Peliano
Performance: Adriana Peliano e Clara Campos
Produção: Gabriela Rassy
Fotos: Gabriela Rassy / Marina Peliano / Patrícia Saito / Rodrigo Lima / Elói Silvestre 
Assistente de montagem e produção de acessórios: Marina Peliano
Trilha Sonora: Paulo Beto
Vídeo e aliceoscopias: Marcelo Dust



Adriana Peliano
Foto: Gabriela Rassy



explosição Alicinações no salão Circus Hair Pamplona
Adriana Peliano, Ricardo Chamorro,
Rodrigo Lima e Patrícia Saito
foto: Gabriela Rassy
explosição Alicinações no salão Circus Hair Augusta
foto: Gabriela Rassy

explosição Alicinações no salão Circus Hair Augusta
Alice peão branco de Adriana Peliano
foto: Gabriela Rassy

explosição Alicinações no salão Circus Hair Augusta
Rainha Branca de Adriana Peliano
foto: Gabriela Rassy













explosição Alicinações no salão Circus Hair Augusta
Adriana Peliano
foto: Gabriela Rassy


explosição Alicinações Circus HairAugusta
 foto: Marina Peliano

explosição Alicinações Circus Hair Pamplona
 foto: Marina Peliano



explosição Alicinações Circus Hair Pamplona
foto: Gabriela Rassy

Adriana sapatinho de Ruby Dorothy
foto: Patrícia Saito


explosição Alicinações Circus Hair Pamplona
foto: Patrícia Saito

Circus Hair Augusta
foto: Patrícia Saito
explosição Alicinações Circus Hair Augusta
auto-retrato: Marina Peliano
 
sonhadoras na explosição Alicinações Circus Hair Augusta
Adriana Peliano e Clara Campos
foto: Paulo Beto

sonhadoras na explosição Alicinações Circus Hair Augusta
Clara Campos, Adriana Peliano, Gabriela Rassy  e Marina Peliano
foto: Paulo Beto

Agradeço às minhas queridas meninas sonhadoras:

Marina Peliano, irmã de artistagens em tecidos, casulos de sonhos, brownies e acrobacias mimosas
Clara Campos, artistAlice de renascimento e boneca viva e sonhante
Gabriela Razzy, fotógrafa, produtora e brincante de sonhar sonhos junto

Circus Hair Augusta
Paulo Beto toca Theremin durante performance
 de Adriana Peliano e Clara Campos
foto: Patrícia Saito

Circus Hair Augusta
Paulo Beto 
foto: Patrícia Saito
Agradeço ao meu marido Paulo Beto

que dorme ao meu lado em viagens de sonhos
e cria trilhas de viagens invisível temperadas 
em vibrações de theremin e melodias de mimar desejos alados


explosição Alicinações no salão Circus Hair Augusta
Junior WM prepara poção mágica alicinante
foto: Gabriela Rassy

Agradeço ao Junior WM

criador de poções de psicodelícias 
na alquimia de misturas, e concentrações de odores e sabores
que alimentam sonhos e desejos de transformação


explosição Alicinações no salão Circus Hair Augusta
Junior WM prepara poção mágica alicinante
foto: Gabriela Rassy



Alicinação de Marcelo Dust sobre boneca noite, duplo de Adriana Peliano noite Lix

Agradeço ao Marcelo Dust,
especialista em óticas impossíveis
pelas imagens alicinescas criadas pelo aliceoscópio multirealidades
e esse delírio acima iluminoso de transmutação onírico cósmica


Circus Hair Augusta
foto: Marina Peliano

Circus Hair Augusta
foto: Patrícia Saito

Idealização e realização:

Apoio e realização:


explosição Alicinações Circus Hair Augusta
Adriana Peliano
foto: Patrícia Saito
Agradeço a você que aceitou compartilhar meus sonhos de despertarte.

Nenhum comentário: